Cearense diz ter juntado R$ 30 mil em moedas que gastaria com cigarros

06/03/2012 16:02

 

Comerciante decidiu economizar com o fim do vício há sete anos. 

Com o dinheiro, ele comprou carro, notebooks, bicicletas e fez viagens.

Do G1 CE, com informações da TV Verdes Mares


 

Um comerciante de Fortaleza decidiu economizar o dinheiro que gastava comprando cigarros para financiar uma rotina de esportes e vida saudável. Nos últimos seis anos, Nilo Veloso disse ter juntado quase R$ 30.000,00 depositando em um cofre a quantia equivalente a cada carteira de cigarro que deixou de comprar. Antes de largar o cigarro, ele afirma que gastava cerca de R$ 15,00 ao consumir três carteiras por dia.

O dinheiro usado para financiar o vício passou a ser guardado em um cofre, de onde saiu a verba para ajudar na compra de um carro, três notebooks, três câmeras digitais e viagens para Aracaju e Buenos Aires. O comerciante usou o dinheiro também para adquirir duas bicicletas e ter uma vida saudável.”Eu rejuvenesci. Tudo melhorou: a pele, o gosto da água, a qualidade de vida, a convivência”, afirma Veloso.
 

Sete anos após juntar dinheiro que gastava com cigarro, Nilo comprou carro, notebooks e bicicletas, além de ter emagrecido 22 quilos.  (Foto: TV Verdes Mares/ Reprodução)Sete anos após juntar dinheiro que gastava com cigarro, Veloso comprou carro, notebooks e bicicletas, além de ter emagrecido 22 quilos. (Foto: TV Verdes Mares/ Reprodução)

O personal trainer Rodrigo Veloso, filho do comerciante acompanhou a mudança na rotina pai e sente orgulho da evolução. “Agora, ele tem uma qualidade de vida bem melhor. Ele está fazendo uma atividade física e procurando se alimentar melhor. Isso só traz o melhor para ele e também para os amigos”, diz.

Veloso começou a fumar com 18 anos. Segundo o Ministério da Saúde, 78% da população fumante começa antes dos 20 e, de acordo com a Organização Mundial de Saúde, 10% das mortes são causadas pelo cigarro. “Fiquei muito orgulhosa quando ele começou a juntar as moedinhas. Ele deu um cofrinho para cada filho e também nos incentivou a ajudar”, explica Nilane Veloso, filha do comerciante.

Sete anos após mudar a rotina, Nilo emagreceu 22kg e diz que consegue percorrer mais de 40 quilômetros nas pedaladas que faz todo domingo com outros ciclistas. Ele continua juntando o dinheiro equivalente às carteiras de cigarro que comprava e pretende usá-lo para fazer outra viagem.