Pintura em muro de escola leva poesia às ruas de Volta Redonda

13/01/2012 15:11

 


Publicado em 12/1/2012, às 15h50  
 
 
 
Última atualização em 12/1/2012, às 15h50

 

Paulo Dimas
Poemas são expostos no muro do Instituto de Educação Professor Manoel Marinho
 
Grandes nomes: Poemas são expostos no muro do Instituto de Educação Professor Manoel Marinho

 

Volta Redonda

Quem passa pela Rua 43, na Vila Santa Cecília, tem um bom motivo para desacelerar a rotina e olhar o muro do Instituto de Educação Professor Manuel Marinho. O local está sendo usado para expor poemas de grandes nomes da literatura brasileira e estrangeira, como Fernando Pessoa, Cecília Meirelles e Vinicius de Moraes. O trabalho, que foi concluído em dezembro de 2011, faz parte do projeto "Há Poesia na Vida".

De acordo com a diretora geral do colégio, Áurea Lima Passos Machado, a ideia do muro das poesias começou como um trabalho de literatura.

- É difícil envolver as crianças e jovens com o mundo dos poemas, com esse projeto conquistamos o objetivo de despertar a poesia na vida deles - disse.

Para a diretora, expor os textos é importante para integrar a comunidade e a escola.

- Assim que começamos a fazer as pinturas, algumas pessoas vieram ao colégio para parabenizar e sugerir alguns poemas. Além disso, poetas da cidade ofereceram obras para também participar do mural - falou.

Para quem passa pelo local, ver um poema é tão gratificante que vale a pena parar por alguns minutos.

O policial militar André Luiz Soares circula frequentemente pelo bairro e já admirou alguns textos.

- Já li alguns poemas e acho esse trabalho importante para a cultura da cidade. É melhor do que ver pichações nos muros - afirmou.

A dona de casa Alexandra Maria Matheus ainda não tinha visto os painéis, mas se surpreendeu com a exposição.

- Adoro poesias e fico muito contente com essa iniciativa. Vou até trazer a minha filha para ela também poder ver o muro e fotografar - contou.



Leia mais: http://diariodovale.uol.com.br/noticias/4,51310,Pintura-em-muro-de-escola-leva-poesia-as-ruas-de-Volta-Redonda.html#ixzz1jML0gIsh