Lentes de contato

10/04/2012 09:54

 

Lentes de contato sem prescrição podem cegar

 
O problema seria que 15% da população não têm condições de usar lente de contato / Shutterstock / Dmitry NaumovO problema seria que 15% da população não têm condições de usar lente de contatoShutterstock / Dmitry Naumov

Veja também

  • A venda de lentes de contato sem receita médica e seu uso por mulheres e adolescentes, em sua maioria, continua sendo comum, e pode cegar. A Resolução 1965 do CFM (Conselho Federal de Medicina), que prevê a prescrição e adaptação de um oftalmologista, não impede o uso indiscriminado.

 

De acordo com o oftalmologista do Instituto Penido Burnier, Leôncio Queiroz Neto, o uso sem supervisão médica pode colocar a visão em risco. O problema seria que 15% da população não têm condições de usar lente de contato. “São pessoas com olho seco ou outras doenças oculares que podem agravar com o uso de lente” afirma.

 

A adaptação depende ainda do ajuste perfeito à curvatura e relevo da córnea mesmo no caso das cosméticas sem grau. “Cada pessoa tem uma curvatura na córnea que a lente deve acompanhar. Este ajuste evita o deslocamento e fricção da lente que provoca úlcera e até perda da visão”, afirma.

 

No caso das lentes coloridas, destaca, o risco pode ser ainda maior caso. Isso porque, a pigmentação diminui a oxigenação da córnea. “O tipo de material vai determinar o número de horas que a lente pode ser mantida no olho, Geralmente as coloridas só devem ser usadas por 8 horas ininterruptas”, destaca.